A indústria do álcool tem interferido na formulação de políticas para o álcool

De acordo com uma revisão sistemática publicada em 2018 por McCambridge e colegas, a industria do álcool tem papel importante nas decisões legislativas sobre o álcool em diversos países

A síntese de evidências indica que os gestores das industrias de álcool buscam influenciar as políticas de duas maneiras principais: 1) estimulando e iniciando debates importantes sobre políticas de álcool de maneira convincente e consistente, mas excluindo desta agenda de políticas questões contrárias aos interesses comerciais; e 2) adotando abordagens de curto e longo prazo para gerenciar ameaças aos interesses comerciais dentro da arena política, construindo relacionamentos com os principais legisladores, usando uma variedade de formas organizacionais diferentes. Em suma, os gestores da indústria do álcool são altamente estratégicos, retoricamente sofisticados e bem organizados para influenciar a formulação de políticas nacionais, sem que a populacao e parte dos legisladores se dê conta disso.. Foram encontrados no total 20 relatórios de 15 estudos documentais e de entrevistas, sendo evidenciado que os responsáveis pela indústria do álcool são altamente estratégicos, buscando influenciar a política nos seguintes aspectos: evitando debates políticos que são contrários aos seus interesses comerciais e adotatando abordagens de curto e longo prazo para administrar ameaças a interesses comerciais que possam surgir na área política, sendo assim um forte concorrente para aqueles que buscam reduzir os problemas sociais e de saúde pública causados ​​pelo álcool. Os pontos fortes deste estudo incluem procedimentos sistemáticos rigorosos para coleta e análise de dados e relatórios transparentes, apresentando dados relativamente acessíveis.


Link para o artigo: McCambridge et al, 2018. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/pmid/29542202/