Consumo de álcool na Rússia cai mais de 40% devido a medidas restritivas

por Zila Sanchez


Esta semana a OMS lançou um documento importantíssimo sobre o efeito das políticas de restrição de acesso ao álcool na Russia. O resultado é a queda de 40% no consumo de álcool neste país, refletido também na mortalidade, após aumento de impostos, preço mínimo e sistema de acompanhamento da produção e venda de álcool. Há também a restrição da disponibilidade de álcool em algumas regiões e políticas rígidas sobre uso em espaços públicos, como parques e áreas de recreação.

https://news.un.org/pt/story/2019/10/1689342


Quem quiser acessar o relatório completo, segue aqui

Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.