Impacto nacional, regional e global do uso de álcool à saúde da população

A sessão de saúde pública do Lancet publicou em sua última edição (janeiro de 2020) os resultados de um estudo comparativo de fatores de risco, avaliando os impactos à saúde provocados pelo uso do álcool. Os dados foram obtidos através de estimativas populacionais do consumo de álcool e das taxas oficiais de mortalidade e morbidade. Segundo os pesquisadores, ocorreram em 2016 aproximadamente 3 milhões de mortes atribuíveis ao álcool (5,3% de todas as mortes no período) e 131,4 milhões de anos de vida perdidos ajustados por incapacidade (5% do total). No artigo, destacaram-se os seguintes fatores de risco: sexo masculino, idade menor de 60 anos e países com baixo IDH (com ênfase na Europa Oriental e regiões da África Subsaariana).


Fonte: https://doi.org/10.1016/S2468-2667(19)30231-2



Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.