Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.

Pais que monitoram seus filhos previnem envolvimento precoce com drogas

por Juliana Valente


Segundo estudo, pais que buscam saber onde seus filhos estão e com quem estão no seu tempo livre estão atuando na prevenção do envolvimento precoce dos seus filhos com o uso de drogas

Estudo realizado na UNIFESP pelo Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas (PREVINA), com 6.391 estudantes do 7º e 8º ano de 72 escolas públicas brasileiras, demonstrou que o monitoramento dos pais/mães sobre as atividades dos filhos pode atuar como fator de proteção na prevenção do uso de drogas na adolescência. Desta forma, pode-se concluir que os pais que buscam saber onde seus filhos estão e com quem estão no seu tempo livre estão atuando na prevenção do envolvimento precoce dos seus filhos com o uso de drogas. Estes resultados também sugerem que programas oferecidos nas escolas que visam prevenir o uso de drogas também deveriam incluir atividades para auxiliar no desenvolvimento da habilidade parental de monitoramento. 


Link do artigo: https://link.springer.com/article/10.1007/s00787-019-01410-9