Preços, iniciação e consumo excessivo de álcool: Qual é a relação?

Por: Patricia Galvão


Pesquisa publicada na revista científica Addiction examinou a associação entre o preço das bebidas alcoólicas e a idade de início do consumo de álcool e, também, a associação entre a idade de início do uso de álcool com episódio de consumo excessivo de álcool numa amostra de 248.336 adolescentes do ensino médio no Chile.

Foi descoberto que um aumento de 10% nos preços estava associado ao atraso na iniciação do consumo de álcool por cerca de 6,6 meses e que os jovens que começaram a consumir bebidas alcoólicas mais tarde após os 16 anos tiveram menores probabilidades de relatar mais episódios de consumo excessivo (perigoso) de álcool no mês anterior.

Além disso, foi relatado também que as meninas começaram a consumir álcool mais tarde do que os meninos e eram menos propensas a relatar episódios de consumo excessivo de álcool, comparado com os meninos. Outro achado interessante é que os adolescentes com baixo status socioeconômico começaram o consumo de álcool mais cedo do que os adolescentes com alto status socioeconômico. No entanto, os jovens com status socioeconômico mais alto tendiam a ter maior probabilidade de relatar algum episódio de consumo excessivo de álcool no mês anterior em relação aos jovens com status socioeconômico mais baixo.

Desta forma os pesquisadores concluíram que o aumento nos preços dos produtos alcoólicos pode atrasar a iniciação ao álcool entre os jovens no Chile e que os jovens chilenos que começam a beber álcool mais tarde podem se envolver em práticas de consumo menos prejudiciais.


Fonte: Paraje et al, 2020 - https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32573045/




Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.