Programas escolares de prevenção podem reduzir agressões ?

Por Valdemir Ferreira Júnior



A agressão na infância tem sido associada a vários desfechos negativos na vida adulta, não somente para os que sofrem como também para aqueles que praticam. Diversos estudos têm investigado os efeitos de programas escolares de prevenção na redução da violência escolar, porém a maioria desses estudos focam na prática e vitimização por bullying.


Levando em consideração a escassez de revisões sistemáticas a respeito de comportamentos agressivos gerais, pesquisadores da Universidade Columbia (EUA) e da Universidade Federal de São Paulo conduziram uma revisão sistemática avaliando a literatura mais recente sobre os efeitos de programas de prevenção escolar na agressividade, entre crianças de 6 a 11 anos. Foram consultados em três bases de dados (PubMed, Embase e Scopus) artigos publicados entre 2010 e 2019.


A pesquisa preliminar gerou 255 resultados, 15 contemplaram totalmente os critérios de inclusão do estudo. Dos 15 estudos, 14 reportavam efeito positivo nas taxas de agressão por meio de melhorias nas competências socioemocionais dos estudantes. Um estudo reportou tanto efeito iatrogênico (negativo) como positivo. Apenas um estudo indicou não ter encontrado nenhum efeito. Análises de moderação e mediação sugeriram que os programas de prevenção podem ser particularmente efetivos entre alunos com autorregulação emocional relativamente baixa e/ou altos níveis de problemas de comportamento já no início do estudo, antes mesmo de receber o programa preventivo. Os resultados encontrados somam à crescente evidência empírica a respeito do impacto positivo dos programas de prevenção baseados na escola que visam as competências sociais e emocionais na redução do comportamento agressivo em crianças. De acordo com os autores, as intervenções de saúde pública devem promover esses programas baseados em evidências, a fim de reduzir os danos causados por comportamentos agressivos na infância.


O estudo foi publicado no periódico Aggression and Violent Behavior e pode ser lido na íntegra aqui


Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.