Relação entre as atitudes parentais a cerca do uso de álcool dos filhos e o consumo de álcool desses

Por Juliana Valente


Recentemente foi publicado um estudo, em uma renomada revista que divulga resultados de pesquisa na área de prevenção e tratamento ao uso de drogas, que sintetiza os achados existentes sobre a relação entre as atitudes parentais a cerca do uso de álcool dos filhos e o consumo de álcool dessas crianças e adolescentes. Depois de analisarem 29 artigos, o que totaliza os dados de 16.477 crianças e 15.229 pais, os autores concluíram que os filhos de pais com atitudes menos restritivas em relação ao uso de álcool começam a beber antes, consomem álcool com mais frequência e ficam mais bêbados. Em outras palavras, pais que se mostram mais tolerantes ao consumo de álcool dos filhos deixam os filhos mais propensos a consumir e abusar de álcool.


Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31185534

Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.