Copyright © 2019. Todos os direitos são reservados ao Núcleo de Pesquisa em Prevenção ao Uso de Álcool e outras drogas (Previna). O conteúdo deste site é protegido pela Lei de direitos autorais (Lei nº 9.610/1998), sendo vedada a sua reprodução, total ou parcial, a partir desta obra, por qualquer meio ou processo eletrônico, digital, ou mecânico (sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, de fotocópia, fonográficos e de gravação, videográficos) sem citação da fonte e a sua reprodução com finalidades comerciais.

Pesquisadores Parceiros

Possui graduação em Psicologia, mestrado e doutorado em Saúde Coletiva pelo Departamento de Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Especialista em Psicologia Hospitalar. Professora de Saúde Coletiva, Políticas Públicas e Psicologia Hospitalar do curso de graduação em Psicologia da Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Professora de Metodologia Científica de cursos pós-graduação lato sensu. Pesquisadora na área de prevenção ao uso de drogas. Suas principais linhas de pesquisa tratam do estudo dos fatores associados à implantação de programas de prevenção ao uso de drogas nas escolas brasileiras e avaliação de resultados de programas de prevenção ao uso de drogas. Participou da avaliação de efetividade da primeira versão do programa #Tamojunto do Ministério da Saúde (2013 a 2018). Participou da equipe de revisão do material #Tamojunto2.0 (versão 2018) do programa de prevenção escolar ao uso de drogas do Ministério da Saúde. 

Camila Bertini Martins é doutora em Ciências, Área Estatística, pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (USP), Mestre e Bacharel em Estatística pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).  Docente do Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) entre os anos de 2014 e 2016.  Atualmente é docente da área de Bioestatística e Epidemiologia do Departamento de Medicina Preventiva, Escola Paulista de Medicina (EPM), UNIFESP. É professora-orientadora do Programa de Mestrado Profissional Interdisciplinar em Inovação Tecnológica (PIT - Unifesp), atuando nas áreas de Processos e Produtos Tecnológicos e Tecnologia da Informação e Comunicação. Desenvolve pesquisa na área de Estatística Aplicada a Dados da Área da Saúde , Metanálise e Inferência Bayesiana. 

Professora Adjunta do Departamento de Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), servidora pública federal da carreira do magistério superior. É professora-orientadora de mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UNIFESP. Foi Professora Assistente de Farmacologia e Uso Racional de Medicamentos do Departamento de Ciências Fisiológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Possui Pós-Doutorado no Departamento de Epidemiologia da Faculdade de Saúde Pública da USP, Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP. Realizou aprimoramento profissional em Toxicologia Analítica pela Unicamp. Graduada em Ciências Farmacêuticas com habilitação em Análises Clínicas e Toxicológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Foi vencedora na modalidade Jovem Pesquisador de Doutorado no âmbito do projeto Rede de Pesquisa sobre Drogas, a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, Ministério da Justiça, em 2013. Suas principais linhas de pesquisa tratam do estudo dos fatores associados ao uso de drogas entre universitários e outras populações específicas, farmacoepidemiologia e farmacovigilância. 

Mestra em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP-USP). Psicóloga e Bacharela em Psicologia pela Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP). Membro do Grupo de Pesquisa e Estudos em Prevenção na Escola, do IP-USP. Possui Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com ênfase na atenção a crianças, adolescentes e pais/responsáveis. Especialista em Psicologia em Saúde (Conselho Federal de Psicologia).

Psicóloga (CRP 06/112.440), doutoranda e mestre em Psicologia Clínica pelo Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP, com formação em Clínica Analítico-Comportamental Infantil, Orientação de Pais e Terapias Contextuais pelo Paradigma - Centro de Ciências e Tecnologia do Comportamento, onde atualmente é professora. Pesquisa atualmente o uso de vídeo games entre adolescentes e é pesquisadora no Laboratório de pesquisa e prevenção em educação e saúde. Atende crianças, adolescentes e orientação parental em consultório e é supervisora de casos clínicos. 

Profa. Dra. do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo desde 2010 e credenciada como orientadora - níveis mestrado e doutorado - em dois Programas de Pós-graduação nessa Universidade, a saber Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e Programa de Psicologia Clínica. Desde 2015 é presidente da Comissão de Graduação do Instituto de Psicologia da USP.  Associada fundadora da Associação Brasileira de Pesquisa em Prevenção e Promoção em Saúde e membro do grupo diretor no biênio 2016-2018. Editora associada da Revista Psicologia USP de 2014 à 2016. Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Pará; em 1999 concluiu Mestrado junto ao Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica da Universidade de São Paulo; obteve o título de Doutor em Ciências, em 2004; Pós-doutoramento no mesmo Programa de Pós-graduação no ano de 2006, na mesma Universidade e em 2018 concluiu Pós-doutorado na Faculdade de Motricidade Humana (Departamento de Ciências da Educação) da Universidade de Lisboa. Atua no campo da Prevenção cujos trabalhos discutem o ciclo de pesquisa em prevenção na temática da violência no contexto escolar, envolvendo professores de Ensinos Infantil e Fundamental I da rede pública, família e equipamentos de atenção primária à saúde. Temas de estudo: intervenções preventivas, formação de professores, relacionamento interpessoal. Consultora de órgãos governamentais para avaliação de programas preventivos, em parceria com pesquisadores de diferentes Universidades brasileiras. 

Professora adjunta do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (EPM), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Psiquiatra da Infância e Adolescência e coordenadora do Programa DICA - Desenvolvimento Integral de Crianças e Adolescentes da UNIFESP. Defendeu sua Tese de Doutorado em 2006 no Departamento de Psiquiatria da FMUSP e realizou estágio de doutoramento no exterior junto a University of Texas Health Science Center at San Antonio, Texas, EUA, de 2003 a junho de 2006. Realizou Pós-doutorado com bolsa CNPq e FAPESP no Instituto de Psiquiatria HC-FMUSP de 2007 a 2010.

Possui graduação em Estatística pela Universidade de São Paulo (1984), mestrado em Estatística pela Universidade de São Paulo (1989) e PhD em Bioestatística pela Universidade da Carolina do Norte (1996). Atualmente é professora associada de Bioestatística do Departamento de Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo. Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, atuando nos seguintes temas: dados longitudinais, regressão não linear, inferência estatística, dados categorizados e estudos clínicos e suas aplicações na área de Saúde Coletiva.

Professor Afiliado do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (EPM), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).  Coordenador de Assistência do Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes na mesma instituição. Orientador Permanente do Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria e Psicologia Médica da UNIFESP. Realizou treinamento equivalente a pós-doutorado em Epidemiologia do Uso de Drogas na Mailman School of Public Health - Columbia University