A idade da primeira intoxicação alcoólica aumenta o risco de transtornos psiquiátricos futuros

Por Larissa Ferraz


O início precoce do uso de álcool está associado a um risco aumentado de transtornos por uso de substâncias, mas poucos estudos examinaram associações com outros transtornos psiquiátricos. Nesse contexto, um estudo realizado na Finlândia com o objetivo estudar a associação entre a idade da primeira intoxicação alcoólica e o risco de transtornos psiquiátricos na população geral foi publicado recentemente na revista científica Addictive Behaviors.


Os autores do estudo utilizaram dados de um estudo longitudinal que acompanhou os participantes desde que nasceram. Ao todo, 6.290 adolescentes de 15 a 16 anos responderam a perguntas sobre a primeira intoxicação alcoólica e foram acompanhados até a idade de 33 anos para que fosse avaliado se desenvolveram algum transtorno psiquiátrico, como psicose, transtornos por uso de substâncias, transtornos do humor e transtornos de ansiedade.


Os resultados apontaram associações estatisticamente significativas entre a primeira intoxicação alcoólica e o desenvolvimento de qualquer transtorno psiquiátrico, psicose, transtornos por uso de substâncias e transtornos de humor. Após ajustes para o uso de outras substâncias, estrutura familiar, sexo e transtornos psiquiátricos parentais, a primeira intoxicação alcoólica quando ocorreu em idade igual ou inferior a 14 anos esteve associada a transtornos por uso de substâncias, enquanto a primeira intoxicação alcoólica com idade igual ou inferior a 12 anos esteve associada a qualquer transtorno psiquiátrico e também aos transtornos do humor.


Portanto, esses achados indicam associações significativas entre a idade precoce da primeira intoxicação alcoólica e o desenvolvimento posterior de transtornos por uso de substâncias e de qualquer transtorno psiquiátrico na amostra da população geral. Esses resultados sustentam ainda mais a necessidade de esforços preventivos para adiar a iniciação ao uso de álcool e a primeira ocorrência de intoxicação em adolescentes.


Link: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0306460321000952